Você pode ser Supercampeão, siga o exemplo do Pateta

Posted By Rafael Reinehr on Maio 17, 2020 | 0 comments


A maior parte das pessoas tem medo de errar. Você se encontra entre elas? E se eu te contasse que errar faz parte da evolução, é até mesmo essencial a ela? Quem sabe você passaria a aceitar o erro como algo mais natural?

Para quase todo mundo, o erro está ligado à ideia de fracasso. LIgado a ideia de que não conseguimos fazer algo da forma que havíamos planejado, que ficamos aquém das nossas próprias expectativas ou das expectativas de outra pessoa.

A consequência é que, imediatamente, somos tomados de assalto de sentimentos de inutilidade, desvalia ou menor valia, tristeza, incapacidade…

Assim como na Teoria da Evolução de Charles Darwin, sobre a origem e evolução das espécies, aprendemos que os organismos mais adaptados em um certo ambiente são aqueles que acabam sobrevivendo e são selecionados para transmitirem seus genes adiante, promovendo uma evolução lenta e constante da espécie (bem como o surgimento de novas espécies), em nossa vida cotidiana acontece mais ou menos o mesmo. Olha só:

Toda vez que um ambiente hostil ou um novo desafio aparece, não sabemos como lidar com ele. E aí, o erro é algo natural, faz parte do processo de aprendizado. Uma vez que tenhamos, por intuição, sorte ou por tentativa e erro, aprendido a qual escolha nos é mais vantajosa, nos oferece a melhor solução para um determinado problema, estamos prontos a seguir, evoluídos, melhores.

Entretanto, é importante perceber que, se não passarmos pelo processo de “tentativa e erro”, acabaremos por não saber se a escolha que fizemos, em um dado momento, é a melhor. Se a “sorte” nos dá uma escolha satisfatória, que nos promove bem-estar ou relaxamento, pode ser que permaneçamos estáticos, em nossa zona de conforto e deixemos de inovar, de buscar criativamente novos desafios que nos levem a estados de ainda mais bem-estar, segurança e felicidade.

Já pensou nisso?

A história está cheio de grandes invenções que surgiram a partir da tenacidade de grandes homens e mulheres que perseveraram, mesmo em face a múltiplas falhas, a numerosas tentativas frustradas de encontrar uma solução satisfatória para um dado problema.

A vida de qualquer empreendedor – como este que vos fala – tende a ser assim: uma longa e dura caminhada, cheia de muitos erros e retomadas. É errando que chegamos aos nossos grandes acertos. Ser resiliente, aprender com cada queda, ao invés de desistir, é importante. Transformar nossos erros em dádivas e oportunidades de aprendizado e crescimento está por trás de toda pessoa bem sucedida naquilo que faz.

E aqui, quero compartilhar com vocês algo que está na origem do Cada Vez Melhor. Ele surgiu, lá em 2004, como um mantra. Um mantra que me aproxima das boas energias que as palavras significam e emitem. Para saber mais, leia o artigo original, de 20 de dezembro de 2004.

Mas o mais legal, e talvez você não sabia disso até agora, é que minha jornada no caminho do Autoconhecimento, do Crescimento Pessoal e da Transcendência com o Cada Vez Melhor tem uma trilha sonora. Sim! É isso mesmo! Uma música que me remete à minha infância, a um disco azul de 7 polegadas, lançado em 1983, quando eu tinha 7 anos, que no seu Lado A exibia uma só música: “Pateta Supercampeão” (You can always be number one, de D. Gonyea – W. Souto), interpretado pela cantora Ana Paula Aguiar.

Você pode ser supercampeão

Rafael Reinehr com seu disco original de 1983, Pateta Supercampeão

Nessa música, a letra diz assim:


Você pode ser Supercampeão, o Pateta vai mostrar
Não tenha vergonha, não fique vermelho, se por acaso errar
Se você viu algum dia o Pateta jogar, e justo na hora H tropeçar
Viu que ele não liga não, um jogador campeão, levanta e corre pra bola alcançar.

E segue…

Você pode ser Supercampeão, você pode ser um craque
Mesmo sendo super trapalhão ou um jogador de araque
Você pode ser Supercampeão, siga o exemplo do Pateta
Pois mesmo quando caiu, ele jamais desistiu, ele é mesmo um grande atleta.

Escute a música no canal do Edson Junior, irmão da Ana Paula, aqui: https://www.youtube.com/watch?v=3OHOzcMkvS8

Uma gigantesca lição de resiliência, perseverança em seguir seus sonhos a partir de uma canção infantil, hein?

Então, a mensagem final que deve ficar é que errar não é nada fácil mas se conseguirmos olhar para o erro a partir da perspectiva de um Mindset de Crescimento, no qual fazemos dele um aliado para o nosso processo de Cura, de Crescimento, de Aprimoramento Constante, tudo faz mais sentido e fica Cada Vez Melhor, não é mesmo?

Então, que tal começar a usar esta perspectiva na tua vida AGORA?

Para o ignorante, o mundo inteiro é seu inimigo, porém para o sábio o mundo inteiro é seu professor.” – Charaka Samhita

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *